Cabeçalho da página

Matemática e Saúde: boa alimentação e as equações dos índices IMC, RIP e IAC contextualizadas em situações de sala de aula

Luanda Helena Balúgoli Balan

Resumo

A maioria dos discentes possui grandes dificuldades em aplicar a teoria Matemática aprendida em toda sua vida acadêmica. Desde as séries iniciais até as séries finais do Ensino Médio, os estudos das equações, inequações e funções são privilegiados, com demonstrações de fórmulas, propriedades e aplicações de listas de exercícios. No entanto, resultados de avaliações educacionais em nível estadual e nacional mostram que uma das maiores dificuldades encontradas pelo aluno é utilizar as ferramentas matemáticas aprendidas ao longo de sua vida, com objetivo de resolver situações problemas do cotidiano. Este artigo refere-se à pesquisa de mestrado da autora e tem como principal objetivo mostrar que contextualizar o ensino é um dos caminhos de tornar significativo todo o saber matemático e uma das formas de contextualizar é aplicar sequências didáticas que trazem situações problemas cotidianas ao presente do aluno. As sequências didáticas contextualizadas são estratégias que estimulam a aprendizagem de forma eficiente e significativa.


Palavras-chave

ensino de matemática; aprendizagem significativa; prática docente; sequência didática


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC, 1998. 148 p.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Brasília: MEC, 1999. 360 p.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCN +). Brasília, MEC, 2007. 144 p. Disponível em: Acesso em: 05 fev. 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia alimentar para a população brasileira: Promovendo a alimentação saudável. Brasília: Normas e Manuais Técnicos, 2005.

CARNEIRO, V. C. G. Engenharia didática: um referencial para ação investigativa e para formação de professores de matemática. ZETETIKÉ. Campinas, Unicamp. V.13, n. 23, 2005. pag. 85 - 118. Disponível em: Acesso em: 13 jan. 2013.

CASTRO, J. F. Quadrados e perímetros: uma experiência sobre aprender a investigar e investigar para aprender. In: FIORENTINI, D.; JIMÉNEZ, A. (Org). Histórias de aulas de matemática: compartilhando saberes profissionais. Campinas: Editora Gráfica da Faculdade de Educação/UNICAMP/CEMPEM, 2003, p.69-79.

FIORENTINI, D. CRISTOVÃO, E. M.(Org.). Histórias e Investigações de/em Aulas de Matemática. Campinas, SP. Alínea, 2010.

FRANCO, J. F.; LOPES, R. D. L. Novas tecnologias em ambientes de aprendizagem; estimulando o aprender a aprender, transformando o currículo e ações. Revista Novas Tecnologias da Educação. Porto Alegre, 2004. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/renote/article/view/13754/8057. Acesso em: 15 out. 2012.

GRAVINA, M.A.; SANTAROSA, L.M.C. A aprendizagem de matemática em ambientes informatizados. In: Congresso RIBE, 4, 1998, Brasília. Disponível em http://www.niee.ufrgs.br/ribe98/ TRABALHOS/117.PDF>. Acesso em: 15 out. 2012.

MERCADO, L. P. L. (Org). Novas tecnologias na educação: reflexões sobre a prática. Maceió: EDUFAL, 2002.

PONTE, J. P; BROCARDO, J.; OLIVEIRA, H. Investigações matemáticas na sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. 152p.

PONTE, J. P.; BRANCO, N.; MATOS, A. Álgebra no ensino básico: Material de apoio ao professor. 2009. Disponível em < http://area.dgidc.min-edu.pt/materiais_NPMEB/003_Brochura_Algebra_NPMEB _%28Set2009%29.pdf>. Acesso em: 15 out. 2012.

ROQUE, T.; PITOMBEIRA, J. B., Tópicos de História da Matemática. Disponível em: < http://moodle.profmat-sbm.org.br/mod/resource/view.php?id=23999 >. Acesso em: 23 dez. 2012.

SCHEIDE, T. J. F. O ensino e a aprendizagem matemática nas séries iniciais de escolarização. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:p90agPix0YgJ:

www.sbem.com.br/files/ix_enem/Comunicacao_Cientifica/Trabalhos/CC04111699804T.rtf+scheide+m

atematica&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br. Acesso em: 03 fev. 2013.

VAILATI, J. S.; PACHECO, E. R. Usando a história da matemática no ensino da álgebra. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/702-4.pdf. Acesso em: 03 fev. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v10i20.2299

Direitos autorais 2014 CC-BY



Creative Commons License