Cabeçalho da página

Mudanças de concepções atitudinais sobre a natureza da ciência e tecnologia em estudantes da escola básica após intervenção didática

Ricardo Pereira Sepini, Ángel Vázquez Alonso, Maria Delourdes Maciel

Resumo

Esta investigação envolveu problemas relacionados ao ensinar com qualidade temas da Natureza da Ciência e Tecnologia (NdC&T) relacionados com validação do seu conhecimento e como funciona no mundo atual. O objetivo foi mostrar a possibilidade de ensinar e avaliar questões e aspectos inovadores da compreensão da NdC&T a partir de uma intervenção didática realizada em sala de aula com auxílio de uma Sequência de Ensino-Aprendizagem (SEA). O desenho metodológico foi uma intervenção-experimental, pois reúne etapas de pré-teste -intervenção didática - pós-teste, com um grupo experimental e grupo controle. Foram sujeitos da pesquisa estudantes da Escola Básica de uma cidade localizada no Sul do Estado de Minas Gerais. Entre os resultados verifica-se uma melhora expressiva do pré-teste para o pós-teste com o grupo experimental, e uma modesta melhora com o grupo controle. Como contribuição essa pesquisa inclui a própria SEA e os instrumentos de avaliação, sendo que se pode constatar sua funcionalidade, tornando-se transferíveis para ensino de Ciências. Concluímos que através da atividade desenhada, realizada e avaliada em sala de aula, possibilitou aos estudantes alcançar uma melhora nas concepções atitudinais acerca da NdC&T.


Palavras-chave

ensino de ciências; sequência de ensino e aprendizagem; natureza da ciência e da tecnologia


Texto completo:

PDF

Referências


ACEVEDO-DÍAZ, J. A.; VÁZQUEZ-ALONSO, A.; PAIXÃO, M. P.; ACEVEDO, P. MANASSERO-MAS, M. A. Mitos da didática das ciências acerca dos motivos para incluir a natureza da ciência no ensino das ciências. Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 1-15, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v11n1/01.pdf>. . Acesso em: 22 abril 2012.

BECKER, F. O caminho da aprendizagem em Jean Piaget e Paulo Freire: da ação à operação. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

CAAMAÑO, A. La elaboración y evaluación de modelos científicos escolares es uma forma excelente de aprender sobre la naturaleza de la ciência. In: PEDRINACI, E.; CAMAÑO, A.; CAÑAL, P.; PRO, A. 11 ideias clave El desarollo de la competência científica. Barcelona: GRAÓ, 2012, p. 105-126.

ECHEVERRÍA, J. De la filosofía de la ciencia a la filosofía de la tecnociencia. Daímon Revista Internacional de Filosofía, v. 50, p. 31-41, 2010.

EL-HANI, C. N. Uma ciência da organização viva: organicismo, emergentismo e ensino de biologia. In: SILVA FILHO, Waldomiro et al. (Orgs.). Epistemologia e ensino de ciências. Salvador, BA: Arcádia, 2002. p. 199-242.

HICKS, D.; HOLDEN, C. Visions of the Future: Why we need to teach for tomorrow, Stoke-on-Trent, Trentham Books, 1995.

MANASSERO-MAS, M. A. El proyecto Iberoamericano de evaluación de actitudes relacionadas com la ciência, la tecnologia y la sociedad (PIEARCTS): um estudio de investigación cooperativa. Em: MACIEL, D. M.; AMARAL, C. L. C.; GUAZZELLI, I. R. B. (Eds.), Ciência, Tecnologia & Sociedade: pesquisa e ensino. São Paulo: Terracota, 2010, p. 13-42.

SEPINI, R. P.; MACIEL, M. D. Mudanças conceituais apresentadas por estudantes de graduação após intervenção didática com enfoque na natureza da ciência e tecnologia. Revista Uni-Pluri/versidad, v. 14, n. 2, p. 750-756.

SOUZA, Ó. C. Aprender e ensinar: significados e mediações. In: TEODORO, A.; VASCONCELOS, M. L. Ensinar e aprender no ensino superior: por uma epistemologia da curiosidade na formação universitária. 2. ed. São Paulo: Makenzie, 2003.

TEIXEIRA, S. R. Competências profissionais do professor de ciências construídas no processo de formação e nas situações de trabalho. 2007. 169f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2007.

VÁZQUEZ-ALONSO, A.; MANASSERO-MAS, M. A.; ACEVEDO-DIAZ, J. A. An Analysis of Complex Multiple-Choice Science-Technology-Society Items: Methodological Development and Preliminary Results. Science Education, v. 90, n. 4, p. 681-706, 2006. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/sce.20134/pdf>. Acesso em: 12 dez. 2013.

VÁZQUEZ-ALONSO, A.; MANASSERO-MAS, M. A. Enseñanza y aprendizaje sobre la naturaleza de la ciencia y tecnología (eancyt): una investigación experimental y longitudinal. 2011. Disponível em: https://eancyt.libreduca.com/?lang=en>. Acesso em: 28 jan. 2012.

VÁZQUEZ-ALONSO, A.; MANASSERO-MAS, M. A. La selección de contenidos para enseñar naturaleza de la ciência y tecnologia (parte1): uma revisión de las apotaciones de la investigación didáctica. Revista Eureka sobre Enseñanza de las Ciencias, v. 9, n. 1, p. 2-31, 2012. Disponível em: http://reuredc.uca.es/index.php/tavira/article/viewFile/137/pdf_82>. Acesso em: 19 dez. 2013.

VÁZQUEZ-ALONSO, A.; MANASSERO-MAS, M. A. Una secuencia de enseñanza-aprendizaje sobre un tema socio-científico: análisis y evaluación de su aplicación en el aula. Revista Didáctica de la Química, v. 25, n.1, p. 190-202, 2014. Disponível em: http://www.educacionquimica.info/include /downloadfile.php?pdf=pdf1497.pdf&download=1.>. Acesso em: 17 set. 2014.

VÁZQUEZ–ALONSO, Á.; MANASSERO-MAS, M. A.; BENNÀSSAR-ROIG, A. (Comp.) Secuencias de Enseñanza - Aprendizaje sobre la Naturaleza de la Ciencia y la Tecnología. Palma de Mallorca, Autor, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v10i20.2317

Direitos autorais 2014 CC-BY



Creative Commons License