Cabeçalho da página

PANORAMA DAS PESQUISAS SOBRE A ANÁLISE DE RECURSOS DIDÁTICOS NO ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA (ENPEC)

Thiago Weslei de Almeida Sousa, Wellington Pereira de Queirós

Resumo

É cada vez mais presente a discussão em torno dos recursos didáticos (RD’s) no campo do ensino. Levando em consideração a importância e, sabendo-se, que, sua especificidade sinaliza para a real otimização da aprendizagem, o trabalho em questão propõe-se a explorar, por meio da pesquisa documental, tipo síntese, as pesquisas apresentadas no ENPEC, sobre a análise de RD’s no período de 2008 a 2017. Em suma, os resultados do presente estudo mostram que as pesquisas sobre a análise de RD’s têm se concentrado no nível de Ensino Básico e, de maneira geral, apresenta certa carência de trabalhos, tanto nas disciplinas de Física e Química, quanto nos níveis do Ensino Superior e Pós-Graduação. O recurso didático mais analisado foi o livro didático e os conteúdos provenientes das disciplinas de Biologia e Ciências Naturais, como a Genética, são mais enfocados, como pano de fundo. Assim, a presente pesquisa aponta para a necessidade de ampliação das possibilidades de utilização e análise dos RD’s, encontrando-se aí uma demanda no campo do ensino de ciências.


Palavras-chave

Ensino de ciências, Análise documental, Material didático.


Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, C. Professores e professauros: reflexões sobre a aula e práticas pedagógicas diversas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, v. 39, n. 2, p. 48–67, 2013.

COSTOLDI, R. & POLINARSKI, C.A. Utilização de recursos didático- pedagógicos na motivação da aprendizagem. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ENSINO E TECNOLOGIA, 1., 2009, Ponta Grossa. Atas... Ponta Grossa: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2009. p. 684-692.

CRESWELL, D. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: ARTMED, 2010.

DELIZOICOV, D. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

EVANGELISTA, N. A. M. O conceito de gene em livros didáticos de biologia celular e molecular do ensino superior. 2016. 223 f. Dissertação (Mestrado em Ensino, Filosofia e História das Ciências)-Universidade Federal da Bahia, Instituto de Física, Salvador, 2016.

FREITAG, I. H.; TOMASELLI, M. V. F.; BARBOSA, C. P.; SILVA, A. C. M. A importância dos recursos didáticos para o processo ensino-aprendizagem. Arquivos do MUDI, v. 21, n. 02, p. 20–31, 2017.

GUINDANI, J. F.; SÁ-SILVA, J. R.; ALMEIDA, C. D. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, v. 1, n. 1, p. 1–15, 2009.

HORIKAWA, A. Y.; JARDILINO, J. L. A formação de professores e o livro didático: avaliação e controle dos saberes escolares. Revista Lusófona de Educacão, v. 15, n. 1, p. 147–162, 2010.

KERBAUY, M. T. M.; SOUZA, K. R. RAbordagem quanti-qualitativa: superação da dicotoamia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia, v. 31, n. 61, p. 21–44, 30 abr. 2017.

KUHNEN, B. D. S.; SANTOS, E. S.; GONÇALVES, J. T.; BENINCÁ, M. N. A. Análise dos recursos didáticos oferecidos ao ensino fundamental em forma de pesquisa e extensão. Revista de Extensão, v. 1, n. 1, p. 33–46, 1 jun. 2016.

NICOLA, J. A.; PANIZ, C. M. A importância da utilização de diferentes RD’s no ensino de biologia. Inovação e Formação, v. 2, n. 1, p. 355–381, 2016.

NOVAK, J. D. The theory underlying concept maps and how to construct them. Pensacola: Florida Institute for Human and Machine Cognition, 2006.

PEARSON, H. What is a gene? Nature, v. 441, n. 7092, p. 398–401, maio 2006.

PEREIRA, F. S. F. Uso de jogos educativos como aliado no processo de ensino aprendizagem de química. Revista de Pesquisa Interdisciplinar, v. 1, n. Esp, p. 505–515, 8 fev. 2016.

RAPOPORT, A.; SILVA, J. A. A utilização de referenciais teóricos na prática docente. Psicologia na América Latina, n. 5, p. 15–24, 2006.

RODRIGUES, L. P.; TESTA, E.; MOURA, L. S. O Tradicional e o Moderno quanto à Didática no Ensino Superior. Revista Científica do ITPAC, v. 4, n. 3, p. 1–9, 2011.

ROJO, R.; BATISTA, A. A.G. Livro didático de língua portuguesa, letramento e cultura da escrita. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2003.

ROSA, P R S. Uma introdução à pesquisa qualitativa em ensino. Campo Grande: Editora da UFMS, 2015.

SCHELLER, M.; KRIPKA, R. M. L.; BONOTTO, D. L. Pesquisa documental: considerações sobre conceitos e características na pesquisa qualitativa. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO, 6., 2015, Aracaju. Atas... Aracaju: Universidade Tiradentes, 2015. p. 243-247.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 24. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2016.

SOUZA, S. E. O uso de recursos didáticos no ensino escolar. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 1., JORNADA DE PRÁTICA DE ENSINO, 4., SEMANA DE PEDAGOGIA DA UEM, 8., 2007, Maringá. Atas... Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2007. p.10-4.

VASCONCELLOS, C. S. Alguns (di)lemas do professor no contexto da complexidade. Pátio, v. 7, n. 27, p. 12–15, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v15i34.6916

Direitos autorais 2020 Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Creative Commons License