Page Header

IT IS YOUR FAULT! THE DEVICE OF FEMININITY OPERATING CONDUCTS OF YOUNG CONTEMPORARY STUDENTS

Juliana Ribeiro de VARGAS (ULBRA), Diéssica RODRIGUES (ULBRA)

Abstract

As a result of a larger investigation, this study is articulated from the theoretical-methodological contributions of Cultural Studies, Gender Studies in a post-structuralist approach, and Foucaultian Studies. The objective is to analyze and discuss the statements of young people aged 13 to 16, 8th-grade students at a public school, located in an urban outskirt region, about the situations of harassment and harassment that they experience. As a methodological strategy, we used discussion groups with twenty-five students, students from two classes, who narrated situations of control of their bodies inside and outside the school environment. We use the concept of the device of femininity to think about how institutions, like the school and even historical discourses, blame women for the violence they suffer. Therefore, they end up operating in the conduct of these students' behavior, regulating their ways of being and living.

Keywords: Cultural Studies. Gender Studies. Sexuality. Youths. Dispositif


References


BUTLER, J. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. 2. ed. Tradução de R. Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

CALLEJO, Javier. El Grupo de Discusión: introducción a una práctica de investigación. Barcelona: Ed. Ariel, 2001.

CAPRICHO. Polêmica fashion: blusa cropped. Você usaria? Capricho, São Paulo, 18 dez. 2015. Moda. Disponível em: https://capricho.abril.com.br/moda/polemica-fashion-blusa-cropped-voce-usaria/ . Acesso em: 18 set. 2021.

CASTRO, E. Vocabulário de Foucault: um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. Tradução de I. M. Xavier. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

CATRACA LIVRE. Damares diz que menina de 10 anos estuprada deveria ter feito cesárea. Catraca Livre, São Paulo, 18 set. 2020. Cidadania. Disponível em: https://catracalivre.com.br/cidadania/damares-diz-que-menina-de-10-anos-estuprada-deveria-ter-feito-cesarea/ . Acesso em: 19 set. 2021.

DAYRELL, J. O rap e o funk na socialização da juventude. Educação e Pesquisa, Jun. 2002, vol.28, no. 1, p.117-136.

DAYRELL, J. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 24, p. 40-52, 2003.

DAYRELL, J. A escola “faz” as juventudes? reflexões em torno da socialização juvenil. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 1105-1128, out. 2007.

DAYRELL, J.; CARVALHO, L.; GEBER, S. Os jovens educadores em um contexto de educação integral. In: MOLL, J. Caminhos da educação integral no Brasil – direito a outros tempos e espaços educativos. Porto Alegre: Penso, 2012. p. 157-171.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. O planejamento da pesquisa qualitativa: teoria e

abordagens. Tradução de Sandra Regina Netz. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

FISCHER, R.M.. Problematizações sobre o exercício de ver: mídia e pesquisa em Educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro (RJ), v. 20, p. 83-94. 2002.

FEIXA, C.; FERNÁNDEZ-PLANELLS, A.; FIGUERAS-MAZ, M. Generación Hashtag. Los movimientos juveniles en la era de la web social. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud, Manizales, v. 14, n. 1, p. 107-120, jan./jun. 2016.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. Volume 1. 18. ed. São Paulo: Graal, 2007.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: o uso dos prazeres. Volume 2. 13. ed. São Paulo: Graal, 2009.

FOUCAULT, M. Ditos e Escritos: Ética, Sexualidade e Política. Volume 5. Tradução de E. Monteiro e I. Barbosa. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FOUCAULT, M. A Arqueologia do saber. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2012.

GARBIN, E. M. Conectados por um fio: alguns apontamentos sobre internet, culturas juvenis contemporâneas e escola. In: BRASIL. Ministério da Educação. Juventude e escolarização: os sentidos do Ensino Médio. Brasília: TV Escola, 2009. p. 30-40.

LOURO, G. L. Currículo, gênero e sexualidade: o “normal”, o “diferente” e o “excêntrico”. In: LOURO, G. L.; NECKEL, J.; GOELLNER, S. V. (Org.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 41-52.

LOURO, G. L. Pedagogias da Sexualidade. 3. ed. In: LOURO, G. L. (Org). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 7-34.

MARGULIS, M.; URRESTI, M. La juventud es más que una palavra. In: MARGULIS, M. (Org.). La juventud es más que una palabra. Buenos Aires: Biblos, 1996. p. 13-30.

MEINERZ, C. B. Grupos de Discussão: uma opção metodológica na pesquisa em educação. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 36, n. 2, p. 485-504, 2011.

MEYER, D. E. E. Gênero e educação: teoria e política. In: LOURO, G. L.; NECKEL, J.; GOELLNER, S. V. (Org.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 9- 27.

MEYER, D. E. E.; PARAÍSO, M. Metodologias de pesquisa pós-críticas ou Sobre como fazemos nossas investigações. In: MEYER, D. E. E.; PARAÍSO, M. (Org.). Metodologias de pesquisa pós-críticas em educação. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2012. p. 15-22.

PRIORE, M. História das mulheres no Brasil. 9. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

SARLO, B. Cenas da vida pós-moderna: intelectuais, arte e vídeo-cultura na Argentina. Rio de Janeiro: Editora UFRGS, 2004.

SCOTT, A. S. O caleidoscópio dos arranjos familiares. In: PINSKY, C. B.; PEDRO, J. M. (Org). Nova história das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2012. p. 15-42.

VARGAS, J. R. de. O que ouço me produz e me conduz? A constituição de feminilidades contemporâneas de jovens contemporâneas no espaço escolar da periferia. 2015. 182 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

VEYNE, P. Foucault: seu pensamento, sua pessoa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

WEEKS, J. O Corpo e a Sexualidade. In: LOURO, G. L. (Org.). O Corpo Educado: pedagogias da sexualidade. Tradução de T. T. da Silva. 3. ed. Autêntica: Belo Horizonte, 2010. p. 35-82.

WELLER, W. Grupos de discussão: aportes teóricos e metodológicos. In: WELLER, W.; PFAFF, N. Metodologias da pesquisa qualitativa em educação: teoria e prática. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 54-66.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v16i26.11148

Copyright (c) 2022 Juliana Ribeiro De Vargas, Diéssica Rodrigues

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Indexing for:

 

 

Impact Factor 1.54


 Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

Federal University of Pará - Abaetetuba Campus - EditorAbaete

Post-Graduate Program in Cities, Territories, and Identities (PPGCITI)

ISSN: 1806-0560 e-ISSN: 1982-5374

DOI: https://dx.doi.org/10.18542

         

Free counters!