Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FLORESTA DE CAXIUANÃ: RECONSTITUINDO SIGNIFICADOS

Marilena Loureiro da Silva

Resumo

O presente artigo discute a necessidade de aproximação entre as práticas
culturais e educativas realizadas no interior de florestas, com toda a sua diversidade e complexidades, e aquelas práticas culturais e educativas realizadas nas cidades. Tenta-se formular discussões teóricas em torno da importância da educação ambiental para a superação da separação entre sujeitos humanos e natureza, relacionado a necessidade de instalar novas formas para esta relação baseadas na busca de compreensão da complexidade ambiental. Para tanto, apresenta-se uma revisão de literatura acerca da situação dos recursos florestais no estado do Pará, bem como a
análise de como esses recursos são percebidos como separados da dinâmica da vida da cidade. São discutidos ainda os resultados da pesquisa realizada na Floresta de Caxiuanã, no Pará, relacionado à análise das práticas de educação ambiental fundamentadas na aproximação com a natureza e seus recursos.

Palavras-chaves: Recursos Florestais. Cultura. Prática educativa.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v7i9.2768

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba