Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

POLÍTICA EDUCACIONAL NO BRASIL E A ESCOLA DO CAMPO: LIMITES E DESAFIOS

Afonso Welliton de Sousa Nascimento, Edinéia Bandeira Ribeiro, Orlando Nobre Bezerra de Souza

Resumo

O artigo faz uma incursão nas políticas educacionais voltadas à educação do campo, destacando as ações e as concepções de ensino rural inseridas nos discursos oficiais e na legislação nacional. Embora o Brasil seja um país com uma forte tradição agrária, os moldes econômicos e sociais mantidos durante muito tempo, estiveram longe de valorizar a formação do homem do campo, dando-lhe condições de manter-se em seu lócus de vida e trabalho. Tal preocupação só passa a ser notada nas propostas de Anísio Texeira, na década de 1950, e posteriormente com a LDB nº. 9394/96, que abre a perspectiva de uma educação no campo que respeite a diversidade física e cultural da área rural. O texto aponta os desafios postos àqueles que perseguem a garantia de uma escola do campo desenvolvida sob a ótica da aliança entre produção do conhecimento, avanço tecnológico e respeito à cultura local.

Palavras-chave: Política educacional. Educação do campo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v5i6.2803

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba