Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

RESISTÊNCIA E PARANÓIA NO FILME “CABRA-CEGA”

Veridiana Valente Pinheiro, Tânia Sarmento-Pantoja

Resumo

O trabalho em questão resulta das atividades desenvolvidas simultaneamente no projeto de pesquisa Leituras da Ditadura: discursos ficcionais e não-ficcionais da resistência do Regime Militar de 1964, e no projeto de extensão Literatura em Cena. Pretende analisar a partir de um recorte do filme “Cabra-Cega”, com vistas a observar de que maneira elementos próprios da ficção paranóica, especialmente os presentes na caracterização do personagem Tiago, podem suscitar nesta narrativa cinematográfica a reflexão acerca da resistência à ditadura militar de 1964. Um dos principais resultados observados no trabalho é o uso de determinados elementos sígnicos, como modo de representação simbólica da ruína da luta armada.

 

Palavras-chave: Resistência. Narrativa. Cabra-cega.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v5i6.2932

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba