Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

TENSÕES E TRAMAS MASCULINAS: FAMÍLIA, VIOLÊNCIA E IDEAL DE MASCULINIDADE NO CEARÁ (1780-1850)

Antonio Otaviano Vieira Jr.

Resumo

O texto procurará fazer uma incursão no universo cotidiano das pequenas organizações familiares, privilegiando situações eminentemente violentas, no intuito de rastrear algumas das contruções acerca da família, seus valores e necessidades. O grupo familiar será colocado em xeque, a partir das discussões de gênero que revelam suas fissuras, principalmente no que concerne à caracterização ideias, negação de hierarquias e papéis compartamentais associados à masculinidade. Na preocupação de se perceber o grupo familiar para além de sua estrutura, não o resumindo ao domicílio, e compreender os múltiplos valores que permeiam sua trama, as questões de gênero vêm se consolidando enquanto uma nova agenda para os estudos da família. É nesse sentido que a relção entre família, gênero e violência será explorada nas próximas linhas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v2i3.3041

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba